Chuva de meteoros Geminídeos – 13 e 14 de dezembro de 2017




Chuva de meteoros Geminídeos – 13 e 14 de dezembro de 2017

A chuva de meteoros Geminídeos ocorrerá da noite de 12 para a madrugada de 13 de dezembro e também da noite de 13 para a madrugada de 14 de dezembro 2017. Essa é a mais forte e intensa chuva de meteoros do ano!

Chuva de meteoros Geminídeos sobre o Observatório Xinglong, China em 2015 - Crédito: Steed Yu e NightChina.net
Chuva de meteoros Geminídeos sobre o Observatório Xinglong, China em 2015 – Crédito: Steed Yu e NightChina.net

A chuva de meteoros Geminídeos é um evento astronômico anual e que pode ser visível de todo o Planeta. No Brasil, as Regiões Norte e Nordeste terão visão mais privilegiada. Isso se deve tanto pela posição geográfica (maior aproximação da Linha do Equador) quanto pela visibilidade da constelação de Gêmeos. Pois, para ambas as regiões, o radiante – ponto no céu de onde parecem surgir os meteoros – estará mais alto no céu.

Origem da chuva de meteoros Geminídeos:

Diferente da maioria das chuvas de meteoros, esse fenômeno não está associado a um cometa. Nesse caso, os meteoros Geminídeos são originários do asteroide 3200 Phaethon. Os Geminídeos e os Quadrantídeos  (do início de janeiro) são as únicas chuvas de meteoros importantes relacionadas à asteroides!

A Terra pode passar pela faixa de detritos pedregosos deixados por algumas chuvas de meteoros originadas por asteroides.
A Terra pode passar pela faixa de detritos pedregosos deixados por algumas chuvas de meteoros originadas por asteroides.

A Terra atravessa, todos os anos, a faixa de fragmentos pedregosos deixados pelo asteroide 3200 Phaethon. Devido à origem estar associada a um asteroide há possibilidade de serem observados fireballs (“bolas de fogo”). Esses meteoros mais brilhantes que os demais e que se destacam no céu geralmente se mostram nas cores verde ou azul.

Fireball (bola de fogo) sobre o Deserto de Mojave, EUA em 2009 - Crédito: Wally Pacholka.
Fireball (bola de fogo) sobre o Deserto de Mojave, EUA em 2009 – Crédito: Wally Pacholka.



Observação da chuva de meteoros Geminídeos:

A chuva de meteoros Geminídeos pode ser observada da noite de 12 para a madrugada de 13 de dezembro e também da noite de 13 para a madrugada de 14 de dezembro 2017.

O melhor período para a observação é entre às 22h da quinta, 12 de dezembro, até às 2h da madrugada de 13 de dezembro de 2017. O mesmo acontece no dia seguinte, entre às 22h da quarta, 13 de dezembro, até às 2h da madrugada de 14 de dezembro de 2017. (Para horário de Verão adicione 1h)

São estimados cerca de 120 meteoros por hora para a chuva de meteoros Geminídeos! O que caracteriza ser a chuva de meteoros mais intensa do ano! Os meteoros Geminídeos são brilhantes e mais lentos que a maioria dos meteoros. Geralmente podem se apresentar em cores como amarela ou laranja. O brilho mais intenso e a velocidade mais lenta dos meteoros favorece a observação como também a fotografia desses meteoros!

Chuva de meteoros Geminídeos sobre o Observatório Carnegie, em Las Campanas, Chile em 2015 - Crédito: Yuri Beletsky.
Chuva de meteoros Geminídeos sobre o Observatório Carnegie, em Las Campanas, Chile em 2015 – Crédito: Yuri Beletsky.

A melhor visibilidade de observar os Geminídeos é quando o radiante – ponto a partir de onde parecem surgir os meteoros – se encontra mais alto no céu.



Encontre a chuva de meteoros Geminídeos no céu!

O radiante da chuva de meteoros Geminídeos se encontra na constelação de Gêmeos. Mais precisamente próximo da estrela Castor, a alfa (mais brilhante) da constelação de Gêmeos. Utilize a carta celeste abaixo para localizar a constelação no céu. A constelação de Gêmeos nasce no horizonte Leste, local onde o Sol nasce, por volta das 20h da noite (21h Horário de Verão). Porém, para melhor observá-la tente começar a observação a partir das 22h (23h Horário de Verão).

Radiante da chuva de meteoros Geminídeos localizado na constelação de Gêmeos. O máximo do fenômeno ocorre da noite de 12 para a madrugada de 13 de dezembro, e também, da noite de 13 para a madrugada de 14 deste mês - Crédito: SkySafari Pro.
Radiante da chuva de meteoros Geminídeos localizado na constelação de Gêmeos. O máximo do fenômeno ocorre da noite de 12 para a madrugada de 13 de dezembro, e também, da noite de 13 para a madrugada de 14 deste mês – Crédito: SkySafari Pro.

Em 2017, a chuva de meteoros Geminídeos terá muito pouca interferência da Lua. Pois nosso satélite natural estará na fina Lua Minguante. Essa pouca interferência da Lua favorecerá a observação do fenômeno. Sem o brilho do luar não há o reflexo da Lua sobre a atmosfera da Terra, e assim, o ofuscamento de meteoros menos brilhantes.



Como observar chuvas de meteoros?

Veja também no vídeo abaixo dicas e informações produzidas pelo Projeto Exoss sobre como observar chuvas de meteoros?

Relate o que você viu!: ao observar uma chuva de meteoros e avistar algum meteoro muito brilhante, você também pode relatar o meteoro que você observou através do link: Relate um Bólido: é legal e rápido! Em aproximadamente um minuto você registra e colabora para o projeto de ciência cidadã do site Exoss.



Participe da transmissão ao vivo da chuva de meteoros Geminídeos:

Participe e assista a live promovida pelo canal da página Universo da Astronomia que terá participação do Grupo de Astronomia de Pernambuco. Explicaremos sobre o fenômeno, responderemos dúvidas e apresentaremos imagens ao vivo das câmeras do Projeto Exoss.

Chuva de meteoros Geminídeos 2017:

Fontes:
International Meteor Organization – IMO
American Meteor Society – AMS
Meteorshowers.org

Sobre AstroPE 29 Artigos
O Grupo de Astronomia de Pernambuco tem como objetivo divulgar a Astronomia através de Projetos e Atividades Práticas para todos os públicos. Nós realizamos atividades em escolas públicas e privadas tanto na Região Metropolitana do Recife quanto em outras cidades e Estados. Divulgando assim cada vez mais essa fantástica ciência, a Astronomia.

12 Comentário

  1. Natal-RN, estou acampado aqui em casa(no quintal) eu e minha irmã… Já, ou conseguimos ver até agora 16 desde a hora que viemos, que foi 00:18, alguns com uma intensidade muito forte, show.. Verdadeiro espetáculo!!!…

1 Trackback / Pingback

  1. Chuva de meteoros mais intensa do ano pode ser vista a olho nu de Cuiabá nesta madrugada | CenárioMT

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*