Como observar um eclipse solar com segurança?

Como observar um eclipse solar com segurança?

Dicas e orientações para observar um eclipse solar com segurança. Saiba os métodos principais e alternativos para uma observação do Sol com as devidas precauções.

ATENÇÃO! Antes de qualquer um dos procedimentos e dicas é importantíssimo alertar que JAMAIS OLHE DIRETAMENTE PARA O SOL! A observação do Sol requer extremos cuidados, independente da intenção ou causa desse tipo de observação, pois, caso contrário, observar o Sol inadequadamente pode causar DANOS IRREVERSÍVEIS À VISÃO!

Olhar diretamente para o Sol causa danos irreversíveis à visão. Um dos riscos é a lesão macular por exposição aos raios UV.
Olhar diretamente para o Sol causa danos irreversíveis à visão. Um dos riscos é a lesão macular por exposição aos raios UV.

NUNCA UTILIZE PARA VER O SOL: óculos escuros, chapas de raio-x, negativos de filmes antigos, filtros polarizados ou de densidade neutra ou variável; vidros escuros; ou ainda, através de câmeras digitais, binóculos ou telescópios sem filtros adequados na objetiva ou abertura desses equipamentos.

Nunca olhe diretamente para o Sol através de materiais não recomendados - risco permanente à visão.
Nunca olhe diretamente para o Sol através de materiais não recomendados – risco permanente à visão.

Em 21 de agosto de 2017, um aguardado eclipse solar total é esperado para aqueles que moram nos EUA, que será visível de costa a costa desse país. No restante da América do Norte, na América Central, norte da América do Sul – incluindo o Brasil, e oeste da Europa, o fenômeno será visível como um eclipse parcial. Esse evento instiga a curiosidade e atenção para nós observadores, porém, a observação solar requer extrema segurança e cuidados, algo imprescindível para se ter nesse tipo de evento astronômico.

Como no Brasil o eclipse solar será parcial, as dicas e orientações a seguir são “ajustadas” para esse tipo de eclipse. Lembrando que esses métodos listados e descritos não são únicos quanto a observar o Sol, mas descrevem procedimentos fundamentais e até mesmo obrigatórios para a total segurança e saúde da visão!

LEIA E SAIBA MAIS SOBRE: O aguardado Eclipse Solar Total de 21 de agosto de 2017



Método 1 – observação solar com segurança através de filtros:

Uma técnica de observação solar com segurança é olhando diretamente através de um filtro especialmente projetado. Esse método sugere o uso de filtros adequados para a observação segura do Sol. Os filtros permitem que apenas uma minúscula fração da luz do Sol passe por eles. As recomendações e alguns detalhamentos são importantes para compreender cada qual é indicado abaixo.

Tipo 1 – filtro da máscara de soldador (solução econômica e segura):

Um material que pode ser utilizado para a observação de um eclipse parcial é o vidro da mascará de soldador nº14. Esse item é utilizado por profissionais na soldagem de peças, chapas, confecção de portões e etc. É comercializado em armazéns de construção ou de serralharia. O valor desse produto é considerado baixo, não superior a R$ 5,00 (varia conforme região e localidade).

A recomendação é adquirir o vidro de nº14 ou superior, pois, quanto mais escuro mais indicado para a observação do Sol. Uma dica importante é não exceder tempo de uso acima de 30 segundos, e realizar pausas superiores a 1 minuto. O motivo é tanto pela radiação solar que ainda transpassa o material quanto o aquecimento ao segurá-lo.

Vidro da máscara de soldador número 14. (lápis para simples comparação)
Vidro da máscara de soldador número 14. (lápis para simples comparação)

Tipo 2 – filtro poliéster aluminizado:

Esse material, de aparência laminada e reflexiva, é um filtro composto por poliéster aluminizado que permite a observação do Sol. Ao ver através desse filtro, o Sol mostra-se branco ou levemente branco azulado. A observação por meio desse filtro tanto auxilia de maneira segura ver o Sol durante um eclipse, seja parcial ou total, como também facilita a contagem de manchas solares em sua superfície, devido o alto contraste.

Filtro de poliéster aluminizado do tipo Baader (marca). Comercializado na forma de "folha" e óculos. Fonte: http://www.baader-planetarium.com
Filtro de poliéster aluminizado do tipo Baader (marca). Comercializado na forma de “folha” e óculos. Fonte: http://www.baader-planetarium.com

Esse filtro é muito utilizado na observação solar através de binóculos ou telescópios adaptados para a contagem de manchas em sua superfície.

Entretanto, o poliéster, o qual é um tipo de plástico, vem em várias espessuras e com várias camadas de revestimentos. Sendo assim, é importante examiná-lo antes do uso, pois o filtro pode possuir, caso não bem armazenado ou condicionado, pequenos buracos. O que pode permitir a luz solar não filtrada atingir seus olhos e danificá-los.

Tipo 3 – filtro polímero preto:

Esse outro tipo de filtro solar é produzido a partir de um polímero preto que, quando observa-se o Sol através dele, dá a nossa estrela o aspecto amarelado ou alaranjado. Isso tornando-o mais agradável ou “associado” a cor que vemos quando o Sol nasce ou se põe no horizonte. Com essa característica, o material passam a ser mais utilizado para observação a olho nu, através de binóculos ou telescópios, o que difere dos filtros de poliéster aluminizados. Esse é um filtro que permite completamente a observação solar com segurança, e somente deixa passar através dele apenas 0,001% da luz do Sol!

Óculos (à esquerda) e folha do filtro de polímero preto tipo Thousand Oaks (marca). Os modelos mais recentes vem na cor cinza. Fonte: http://agenaastro.com
Óculos (à esquerda) e folha do filtro de polímero preto tipo Thousand Oaks (marca). Os modelos mais recentes vem na cor cinza. Fonte: http://agenaastro.com

Esse filtro é bastante aplicado na observação solar a olho nu ou por meio de binóculos ou telescópios adaptados. Abaixo, um exemplo da imagem vista do Sol com o filtro da marca Thousand Oaks. Registro às 12:32 no máximo do Eclipse Solar Parcial visto da capital Recife/PE em 26 de fevereiro de 2017.

Máximo do Eclipse Solar Parcial - Recife-PE - 26 de fevereiro de 2017.
Máximo do Eclipse Solar Parcial – Recife-PE – 26 de fevereiro de 2017.

ATENÇÃO: para uma observação solar com segurança, NÃO VEJA O SOL por longos períodos mesmo ao utilizar os tipos de filtros citados acima, ou qualquer outro tipo de filtro. Recomenda-se vê-lo por até trinta segundos e pausar a observação por no mínimo um minuto.

Óculos adequado e certificado para observar um eclipse solar com segurança.
Óculos adequado e certificado para observar um eclipse solar com segurança.

Filtros adequados e certificados (ISO 12312-2) para observar um eclipse solar com segurança podem ser adaptados no formato de óculos. Para assim, favorecer a observação do fenômeno. Entretanto, não se deve confundir ou utilizar óculos escuros comuns, pois esse acessório não é fabricado para essa finalidade!



Método 2 – observação solar com segurança por projeção:

Tipo 1 – projeção pinhole com papel cartão:

Esse procedimento consiste na utilização de duas folhas de papel, sendo uma mais rígida, do “tipo cartão”, com um furo mínimo no centro, o qual pode ser feito por uma agulha ou alfinete. Enquanto a outra folha pode ser bem maior que a anterior, do “tipo cartolina comum”, preferencialmente branca, pois receberá a projeção do Sol parcialmente eclipsado.

Método pinhole - projeção usando 2 pedaços de papelão ou papel para projetar uma imagem do Sol que não machuca seus olhos.
Método pinhole – projeção usando 2 pedaços de papelão ou papel para projetar uma imagem do Sol que não machuca seus olhos.

 

Projeção do Sol através de um furo numa folha de papel.
Projeção do Sol através de um furo numa folha de papel.

Tipo 2 – projeção pinhole com caixa de papelão:

Esse tipo consiste numa variação mais popular do método anterior, pelo qual é reutilizada uma caixa de papelão comum, ou mesmo “caixa de sapatos”. Para observar um eclipse solar com segurança (parcial ou até a totalidade) é feito um pequeno furo (também feito por uma agulha ou alfinete) num dos lados da caixa utilizada e, em seguida, é feita uma abertura maior num dos lados da caixa, mas não naquele oposto ao pequeno furo. Veja a imagem a seguir!

Caixa de papelão adaptada para observação solar com segurança através da projeção.

Método pinhole - projeção para observar um eclipse solar com segurança através de uma caixa de papelão.
Método pinhole – projeção para observar um eclipse solar com segurança através de uma caixa de papelão.

Observe que a função desse procedimento é escurecer ao redor da luz projetada dentro da caixa, semelhante a uma câmara escura. Isso permite um melhor contraste, e ainda, manter a segurança na observação solar.

A partir dos métodos citados e seguindo devidamente as recomendações, você fará uma observação solar com segurança, especialmente quanto à saúde da sua visão!

LEIA E SAIBA MAIS SOBRE: O aguardado Eclipse Solar Total de 21 de agosto de 2017

Fonte Adicionais:
https://www.timeanddate.com/eclipse/eclipse-tips-safety.html
https://www.timeanddate.com/eclipse/make-pinhole-projector.html
https://www.timeanddate.com/eclipse/box-pinhole-projector.html
http://www.mreclipse.com/Totality2/TotalityCh11.html

Compartilhe com seus amigos!
Facebook
Twitter
YouTube
Google+
http://www.astrope.com.br/como-observar-um-eclipse-solar-com-seguranca/

3 Comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Eclipse solar poderá ser notado por moradores do Norte e Nordeste | Café com Birosca

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*