Destaques do Céu!




Planeta Mercúrio visível ao anoitecer – final de julho e início de agosto de 2017:

Mercúrio, o menor e mais perto em relação ao Sol, estará visível a Oeste próximo ao poente logo ao anoitecer nesta segunda quinzena de julho e até quase a primeira quinzena de agosto.

Comparação de tamanhos – da esquerda para a direita: Mercúrio, Vênus, Terra e Marte.

O planeta se afasta muito pouco “angularmente” do Sol, e isso dificulta vê-lo por mais tempo no céu. Sendo assim, só é possível observá-lo pouco antes do nascer do Sol ou pouco após o pôr do Sol. O brilho aparente de Mercúrio no céu ajudará a identificá-lo, a carta celeste abaixo auxiliará nessa orientação.

Mercúrio ficará mais tempo no céu ao anoitecer entre os dias 29 e 30 de julho, quando atingirá sua máxima elongação, ou seja, quando o planeta estiver mais afastado angularmente do Sol. E assim, demorar aproximadamente 1 hora e meia entre ser visível no céu até se pôr na linha do horizonte!

Tente observá-lo diariamente nesse período do anoitecer, e assim, você notará o rápido movimento aparente de Mercúrio dia após dia. Isso é uma grande característica do planeta, pois esse movimento aparente, já compreendido há milênios, justificou a figura de “mensageiro dos deuses”. Na mitologia romana era chamado de Mercúrio, enquanto que na mitologia grega era chamado por Hermes.

Entretanto, tal movimento se deve ao seu rápido período orbital em torno do Sol, de aproximadamente 88 dias. Neste caso, Mercúrio “precisa” movimentar-se rápido o suficiente em seu movimento em volta do Sol (translação) para não ser atraído e, consequentemente, “engolido” por nossa estrela!

Uma curiosidade interessante é que, quando observado por telescópio, Mercúrio se mostra em fases, assim como a Lua Crescente e Minguante quando estão “finas” no céu. Também uma outra curiosidade é a semelhança do planeta com a superfície da Lua. Aspecto evidenciado pelas sondas espacias Mariner 10 e MESSENGER, as quais visitaram o planeta.

Mercúrio fotografado pela sonda MESSENGER – NASA.

Aproveite o anoitecer para observar diariamente pelas próximas semanas o planeta Mercúrio!


A constelação do Cruzeiro do Sul em destaque no céu nas noites de inverno – junho e julho de 2017:

Ao anoitecer, logo por volta das 18h, você verá no céu o Cruzeiro do Sul, a qual é uma das mais famosas constelações do Hemisfério Sul Celeste. O Cruzeiro do Sul é a menor constelação do céu austral e é facilmente visível para o observador que está localizado no Hemisfério Sul. Para vê-la basta olhar para o sentido do ponto cardeal Sul e, dependendo da sua latitude terrestre, a constelação estará em boa altura no céu!

Essa importante constelação auxiliou os grandes navegantes do século XVI, pois a partir do eixo mais longo que dá o formato de cruz à constelação, eles prolongavam algumas vezes esse eixo até o Polo Celeste sul. Assim, os grandes navegantes sabiam em qual latitude se encontravam no vasto Oceano Atlântico a partir da altura desse polo.

Embora cubra a menor área do céu, o Cruzeiro do Sul possui nas suas proximidades pelo menos duas regiões de destaque: uma é o aglomerado chamado Caixinha de Jóias, o qual é um dos belos aglomerados abertos de ser observado preferencialmente por binóculo ou telescópio; e o outro é a nebulosa saco de carvão, a qual se parece uma mancha escura em contraste com a brilhante Via Láctea.

Caixinha de Jóias (NGC4755) à esquerda – por Steve Crouch. E nebulosa saco de carvão à direita – por Axel Mellinger.

Aproveite para observar a constelação do Cruzeiro do Sul e esses dois objetos de destaque: o aglomerado caixinha de jóias e a nebulosa saco de carvão.


Sobre AstroPE 26 Artigos

O Grupo de Astronomia de Pernambuco tem como objetivo divulgar a Astronomia através de Projetos e Atividades Práticas para todos os públicos.

Nós realizamos atividades em escolas públicas e privadas tanto na Região Metropolitana do Recife quanto em outras cidades e Estados. Divulgando assim cada vez mais essa fantástica ciência, a Astronomia.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*